Recentemente, a Precon tomou conhecimento da decisão do Supremo Tribunal Federal, com relação ao banimento do amianto crisotila em todo o país. Essa era uma decisão já esperada por todo o setor, mas que foi uma surpresa pela forma e imediatismo como foi anunciada.

Entretanto, apesar da decisão já ter sido tomada, a proibição e paralisação da fabricação e comercialização não é imediata. O STF ainda precisa esclarecer toda a modulação da referida decisão, em um prazo que pode variar de 30 a 360 dias. Até lá, as construtoras, lojas e distribuidores de material de construção podem, sim, continuar utilizando, comprando e revendendo produtos de fibrocimento contendo amianto, nos estados em que o mineral ainda era permitido.

Independentemente disso, a Precon ressalta que, há mais de um ano, já vem desenvolvendo estratégias para a produção de telhas de fibrocimento com fibras alternativas, sem o uso do amianto. Sendo assim, durante o decorrer de 2018, já estará comercializando os produtos de fibrocimento 100% sem amianto, conforme todas as determinações do STF.

Juntos, vamos seguir rumo a uma transição transparente, dentro da lei e com a força que a Precon tem.

 A família de fibrocimento tem uma representatividade importante na Precon e, por isso, continuamos firmes no propósito de entregar para o cliente produtos de qualidade e que carregam a nossa marca, a marca da construção.

 Com dedicação, seriedade e muito trabalho, vamos superar todos os obstáculos e ratificar nossa marca como uma empresa admirada, respeitada e reconhecida por todo o setor de material de construção no Brasil.

Decio Vinicio Gomes
Presidente da Precon